segunda-feira, 27 de março de 2017

PERDA DE DOCUMENTO

INFORME PUBLICITÁRIO


Eu, Leandro Gabriel, RG: 2.116 789 SSP/ES, residente na rua Safira, 177, bairro Vila Nova, Pancas, venho através deste, requerer a segunda via do meu diploma do ensino médio, concluído no ano de 2003, na Escola EEEFM Arariboia, pois o perdi. 
Jornal O MESTRE
www.omestrepanco.blogspot.com.br 

quinta-feira, 23 de março de 2017

GOVERNO ANUNCIA MEDIDAS DE ENFRENTAMENTO À ESTIAGEM



Planejamento, segurança hídrica e reflorestamento. Estes são os pilares dos investimentos que estão sendo feitos pelo Governo do Estado para enfrentar a estiagem, que atinge o Espírito Santo pelo quarto ano consecutivo.
Entre as iniciativas apresentadas no Palácio Anchieta nesta quarta-feira (22), Dia Mundial da Água, estão: o lançamento do Plano Estadual de Recursos Hídricos; as ações do Programa Reflorestar, com investimentos da ordem de R$ 14 milhões para reflorestamento e a preservação de 11.400 hectares; a apresentação de solução para a segurança hídrica da parte sul da Região Metropolitana, e a apresentação da barragem de Marilândia.
O governador Paulo Hartung (PMDB) ressaltou que a relação entre o homem e os recursos hídricos deve mobilizar a sociedade, defendendo a implantação de políticas públicas sólidas para tornar o Espírito Santo exemplo em relação ao consumo racional dos recursos naturais. "Temos tudo para ser referência nacional. Somos um Estado pequeno com bastante diversidade e um povo bacana. Termos tudo para fazer uma bela militância, uma construção conjunta, um verdadeiro pacto coletivo em torno dos debates envolvendo a água e a sustentabilidade dos recursos naturais", exclamou.

PLANEJAMENTO

A elaboração do Plano Estadual de Recursos Hídricos PERH-ES foi contratada e será coordenada pela Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), com apoio técnico do Consórcio NKLac/COBRAPE, formado pela empresa japonesa Nippon Koei Lac e pela Companhia Brasileira de Projetos e Empreendimentos (COBRAPE). A expectativa é que o documento final do PERH seja entregue à sociedade em junho de 2018.
O Plano será composto por um conjunto de acordos sociais e políticos subsidiados por uma consistente base técnica. Nos próximos meses, serão realizados Seminários, Oficinas Interinstitucionais, Consultas Públicas Regionais e diversas Reuniões Setoriais, com o objetivo de garantir a ampla participação dos usuários de água, da sociedade organizada e do poder público.
Entre os objetivos específicos do PERH-ES estão a realização do diagnóstico atual da situação dos recursos hídricos; a elaboração de cenários futuros; a elaboração de programas e projetos a serem desenvolvidos; a definição de metas a serem alcançadas; a elaboração do Plano de Comunicação e Mobilização Social para sua implementação; e a elaboração de critérios e indicadores de monitoramento das ações.
O diretor-presidente da Agerh, Paulo Paim, acredita que o Plano Estadual vai influenciar o desenvolvimento de todos os setores do Estado. "O PERH vai nos orientar quanto às mudanças que devem ser feitas em relação aos usos da água. É um plano de desenvolvimento com bases sustentáveis, construído de forma participativa e colaborativa, que terá o respaldo da sociedade. Vamos construir um sólido acordo político e social", disse.

SEGURANÇA HÍDRICA  
         
A Cesan apresenta o empreendimento que vai solucionar o abastecimento da parte sul da Região Metropolitana, a construção da Represa no Sistema Jucu. A represa, que vai beneficiar mais de um milhão de habitantes na Região Metropolitana da Grande Vitória, tem capacidade de 20 bilhões de litros de água, o que significa quatro meses de reservação. O investimento será R$ 108 milhões, e o início da obra está previsto para daqui a 18 meses.
O reservatório terá 50 metros de altura, extensão de 300 metros e vai garantir o abastecimento de água em períodos de seca. O tempo estimado para a construção da represa é de dois anos após a conclusão da licitação para contratar as obras.
A Barragem Liberdade, em Marilândia, primeira a ter a obra concluída dentro do Programa Estadual de Construção de Barragem, também foi apresentada no Dia Mundial da Água. O reservatório armazenará 90 milhões de litros de água e capacidade para abastecer a população de 11 mil habitantes por aproximadamente 140 dias (quase cinco meses). O investimento total foi de R$ 687 mil. Instalada no Rio Liberdade, a barragem teve a construção iniciada em junho de 2016.
O Programa Estadual de Construção de Barragens prevê investimentos de R$ 60 milhões, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), para a implantação de 60 reservatórios de água no interior do Estado até 2018.
Também estão sendo executadas as obras de conclusão da barragem de Pinheiros-Boa Esperança, que será a maior do Espírito Santo, com cerca de 270 hectares de área alagada, em uma extensão de aproximadamente 10 quilômetros. A capacidade de armazenamento da barragem será de 17 bilhões de litros de água, quantidade suficiente para abastecer uma população de 310 mil habitantes por um período de um ano.
O diretor-presidente da Cesan, Pablo Andreão, falou em seu discurso sobre o conjunto de ações de Governo em parceria com a Cesan, visando cuidar do recurso água. “Estamos assegurando este bem tão precioso para a população com projetos estruturantes como a Parceria Público-Privada (PPP) em Vila Velha, que pretende universalizar o sistema de esgotamento sanitário no município, com previsão de que todo o esgoto seja tratado em 10 anos; o lançamento do Edital de Chamamento Público de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para a realização de estudos de viabilidade técnica, econômico-financeira e arranjo institucional, para um novo sistema de tratamento de esgoto em substituição ao da ETE Camburi, onde o efluente tratado tenha as características para reúso na indústria; o Programa de Gestão Integrada das Águas e Paisagem que, em sua primeira etapa, vai implantar sistemas de esgoto em Iúna, Ibatiba, Dores do Rio Preto e Irupi, na Região do Caparaó; o Sistema de Abastecimento de Água Reis Magos, no município de Serra, que vai resultar no reforço do abastecimento de água na Região da Grande Vitória (RMGV), e a Barragem do Jucu, reservatório de água com capacidade de armazenar 20 bilhões de litros de água que é capaz de abastecer a população por quatro meses, em um cenário sem nenhuma chuva”.

REFLORESTAMENTO

O secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Aladim Cerqueira, destacou que o Estado está diante de um grande desafio, mas que está avançando junto com as instituições envolvidas e toda sociedade.  “As instituições públicas têm de superar suas amarras burocráticas e se colocar à altura do seu tempo. Dialogar com a sociedade, “sair da caixa” e interagir com as instituições é imprescindível”, pontuou.
Aladim classificou o Programa Reflorestar como “bom para todo mundo”. Isso porque as florestas recuperadas facilitam o processo de infiltração da água no solo, garantindo maior oferta para o produtor e para as cidades. Além disso, vai gerar renda para o produtor, que vai poder explorar, de forma sustentável, a floresta.
Segundo o secretário, o programa está mais versátil e, para este ano, a expectativa é muito positiva. “Os números relacionados ao programa são expressivos. Atualmente, temos 11.000 hectares de florestas sendo recuperadas ou preservadas. Hoje, o programa atende mais de 2 mil produtores rurais. Já foram investidos R$ 14 milhões e planejamos contratar mais R$ 10 milhões, visando recuperar mais 4.200 hectares, beneficiando mais 1.400 trabalhadores do campo”, disse, revelando outra boa notícia: “A meta de 80 mil hectares de matas recuperadas ou preservadas já está segura e, em breve, vamos propor ao governador Paulo Hartung ampliar essa meta”.

As informações são das assessorias de imprensa da Cesan, Seama, Seag e Agerh

  FOTO: LEONARDO DUARTE/SECOM-ES
Governador Paulo Hartung (PMDB) assina diversas medidas que serão tomadas no enfrentamento à estiagem no Espírito Santo. Já o diretor-presidente da Cesan, Pablo Andreão, vem ressaltando que a a situação hoje é pior do que em 2016. A expectativa de Pablo Andreão é que vamos ter mais um ano pesado na questão estiagem, onde poderemos ter racionamento em várias localidades do Espírito Santo. As autoridades esperavam mais chuvas nesse verão

sexta-feira, 17 de março de 2017

COM INVESTIMENTO DE QUASE R$ 8 MILHÕES, CESAN RETOMARÁ OBRA DE ESGOTO EM PANCAS



VIRGÍLIO BRAGA
JORNALISTA: 0003539/ES
 
A Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) retomará a obra e serviços relativos à complementação do sistema de esgotamento sanitário da sede de Pancas. A obra que estava sendo feita pela empresa Samon, está parada há vários meses, para não dizer anos. Boa parte das redes de esgosto já foram feitas na sede. Segundo a Cesan, serão investidos “R$ 7,4 milhões, recurso proveniente da Cesan e Funasa, e será retomada ainda no primeiro semestre deste ano”. O jornal O Mestre entrou em contato com a assessoria de imprensa do empresa nesta quinta-feira (16), após a publicação da empreiteira vencedora da obra. Segundo a publicação do Diário Oficial do Estado, também de quinta-feira, a empresa Minas Construções e Incorporações Ltda foi quem venceu o processo licitatório. Na publicação, consta que o valor pago a ela será de R$ 6.778.809,10. Ainda de acordo com a Cesan, a obra terá um prazo de conclusão de 18 meses a partir da data de início. Serão construídos 6.145 metros de rede coletora e 1.262 metros de recalque. “Além disso, o sistema contará com 656 ligações prediais (ligação da rede até a calçada do cliente), quatro estações elevatórias e uma estação de tratamento que atenderá a população de todos os bairros da sede de Pancas”, disse através de nota a Cesan, que é presidida por Pablo Ferraço Andreão. Que essa obra recomece mesmo para o bem da população. Também, que os calçamentos danificados pela empresa Samon, sejam consertados após várias escavações que a nova empreiteira fará.
  FOTO: FRED LOUREIRO/SECOM-ES
Presidente da Cesan, Pablo Ferraço Andreão: investimento na sede de Pancas

quinta-feira, 16 de março de 2017

GOVERNADOR ANUNCIA VÁRIAS OBRAS EM RODOVIAS DO ES; VIA QUE DÁ ACESSO A PANCAS NÃO SERÁ CONTEMPLADA

Trinta municípios do interior do Estado e da Região Metropolitana vão receber obras de infraestrutura rodoviária, neste ano. O conjunto de intervenções soma um investimento total de, aproximadamente, R$ 293 milhões para a construção e recuperação de vias e pontes, atendendo a antigas reivindicações da população. Os detalhes foram divulgados pelo governador Paulo Hartung (PMDB) e pelo diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES), Enio Bergoli, durante entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (16). A rodovia ES-341, que liga Pancas ao distrito colatinense de Ângelo Frechiani, não será contemplada, e ficará como estar, uma péssima via. Essa rodovia, que é de 23 km, necessita urgentemente de reforma. O piso está cheio de remendos, além de outros problemas, deixando todos em perigo.
Do total de obras, 24 são de implantação de novas vias, que serão asfaltadas e receberão moderna sinalização horizontal e vertical; cinco de recuperação funcional, que compreende a recuperação asfáltica e modernização da sinalização; e 14 pontes, que serão implantadas e recuperadas com recursos próprios e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES).
A realização dessas obras será possível graças ao ajuste de contas realizado pelo Governo e a revisão de projetos que estavam suspensos de 2014, bem como de obras paralisadas em 2015 para revisão dos contratos, buscando a otimização da aplicação de recursos e a melhoria de respostas aos usuários. Os investimentos englobam 12 obras que já estão em andamento e 26 que serão iniciadas ou reiniciadas. E até o final do ano 10 obras serão licitadas.
Durante a entrevista coletiva, o governador Paulo Hartung ressaltou que os recursos viabilizados pelo Poder Executivo Estadual, resultado de operação de crédito, irão possibilitar a modernização de vias de grandes fluxos e garantir modernização da infraestrutura do Estado, além da manutenção de 500 empregos e criação de, aproximadamente, dois mil novos até o final do ano que vem.
"Inauguramos um conjunto de obras no ano passado e algumas ficaram em execução. Estamos com muitas e importantes intervenções em todas as regiões do Estado para avançar em infraestrutura, garantir competitividade sistêmica, geração e manutenção de emprego", explicou o governador Paulo Hartung.
Os recursos de operação de crédito que estavam reservados para as obras Contorno do Mestre Álvaro, que serão realizadas pelo Governo Federal, viabilizou novas frentes de obras. "Ganhamos fôlego com a possibilidade de aplicar esses recursos em novas obras", avalia o governador.
As intervenções vão gerar, já ao longo deste ano, um total aproximado de 900 empregos diretos, com a orientação de contratar mão de obra local, seguindo a premissa de estimular a economia nas regiões onde as obras do governo serão realizadas.
”São obras estruturantes que vão contribuir para o escoamento da produção agrícola, a melhoria da competitividade da produção nas regiões onde serão realizadas e que contemplam um importante benefício social, uma vez que as vias pavimentadas e sinalizadas ajudam na locomoção e na aproximação das pessoas. É mais qualidade de vida e mais desenvolvimento", destaca o diretor-geral do DER-ES, Enio Bergoli.
Enio Bergoli afirma que uma das vias a serem recuperadas é a ligação ES 010, entre Jacaraípe e Nova Almeida, uma rota turística e em franca expansão. Além da importância turística, a rodovia vai facilitar o deslocamento dos moradores e estimular a atividade comercial e de escoamento de produção. Na porção norte da ES 010, o trecho entre São Mateus e Guriri, com 8,5 quilômetros de extensão, será duplicado. Ao sul, na ES 060, a ligação entre Anchieta e Piúma será revitalizada, somando 9,3 quilômetros de obras.
  FOTO: LEONARDO DUARTE/SECOM-ES
Governador Paulo Hartung (PMDB) anunciou as obras nesta quinta-feira (16)

 As informações são da assessoria de imprensa do DEr-ES e do governo do Estado

Confira as vias a serem pavimentadas e recuperadas pelo DER-ES:
Obras em Andamento 





Obras a reiniciar/iniciar 

quarta-feira, 15 de março de 2017

HARTUNG SE AFASTA PARA CONTINUAR TRATAMENTO MÉDICO E COLNAGO ASSUME GOVERNO NO PRÓXIMO DIA 05

Para dar seguimento ao tratamento médico que começou com um procedimento cirúrgico, no último mês de fevereiro, para a retirada de um tumor na bexiga, o governador Paulo Hartung (PMDB) anunciou, na noite desta terça-feira (14), que, entre os próximos dias cinco e dez de abril, irá se licenciar do cargo. Neste período, o vice-governador César Colnago (PSDB) assume, pela sexta vez, a interinidade à frente do Poder Executivo Estadual.
Conforme detalhado em entrevista coletiva realizada no último mês de fevereiro, quando ainda estava licenciado por conta da intervenção cirúrgica, no próximo dia seis de abril, Paulo Hartung será submetido a um exame médico, com procedimentos similares com o da cirurgia, para avaliar o resultado da retirada do tumor. Por ser considerado um método agressivo, obrigatoriamente, Hartung terá que ficar de repouso absoluto após o exame. "O susto já passou, agora é a tranquilidade de continuar o tratamento", resume o governador.

O médico infectologista Lauro Ferreira explica que o tumor estava em fase inicial, porém com possibilidade de retorno. A retirada foi feita por meio de endoscopia, sem cortes. O médico detalha que a intervenção realizada em fevereiro foi uma raspagem na bexiga e o exame será importante para acompanhar a evolução do quadro. “Esse tipo de câncer tem reincidência alta, por isso será realizado um tratamento, por meio de vacinação, chamado imunoterapia com BCG”, detalhou. O tratamento pode durar entre seis e oito semanas.

TRATAMENTO

O tratamento realizado pelo governador será com medicação aplicada diretamente na bexiga, por meio de um cateter, em vez de ser administrada por via oral ou injetada na veia. Isto pode ser feito com imunoterapia, que faz com que o próprio sistema imunológico do corpo ataque as células cancerígenas. Dessa forma, os medicamentos afetam principalmente as células que revestem a bexiga, com pouco ou nenhum efeito sobre outras células.

DIAGNÓSTICO

Após sentir incômodos e sangramento ao urinar, o governador Paulo Hartung foi ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para a realização de um exame de imagem e, na oportunidade, os médicos decidiram operá-lo imediatamente. Hartung já fazia um acompanhamento no hospital desde 2003 devido a complicações no rim, por isso decidiram fazer os exames na capital paulista e acabaram detectando o tumor em fase inicial.

CALENDÁRIO DO TRATAMENTO

Data: 06/04/2017 – Procedimento de exame
Entre: 07/04 e 19/05 (Duração de seis semanas) - Período de cicatrização.
Entre: 19/05 e 30/06 (Duração de seis semanas) - Período de tratamento. O Governador fará no Estado a aplicação de BCG, sendo uma vacina por semana, diretamente na bexiga

As informações são da assessoria de imprensa do governo do Estado
 
  FOTO: FRED LOUREIRO/SECOM-ES
Paulo Hartung vai seguir seu tratamento médico, passando o governo para o vice-governador César Colnago (à direita)

sexta-feira, 10 de março de 2017

OBRA DE UNIDADE DE SAÚDE EM PANCAS ESTÁ PARADA HÁ VÁRIOS MESES



VIRGÍLIO BRAGA
JORNALISTA: 0003539/ES
 
Uma obra importante que teve início no começo de 2016, na gestão do ex-prefeito de Pancas, Agmair Araújo, o Guima (PRP), está parada desde o fim do ano passado. Em parceria com o governo do Estado a Prefeitura deu início a construção de uma Unidade Básica de Saúde l, situada na rua Diamante, no centro da sede do município. Segundo o placa publicitária da obra, seriam ou serão gastos R$ 548.25,00 na nova unidade, que será de grande importância para os moradores que serão atendidos lá, quando ficar pronta, obviamente. A reportagem do jornal O Mestre esteve no local na tarde desta sexta-feira (10) para averiguar a situação dessa obra parada. Muita coisa já foi feita pela empresa (Suprema Construções Ltda) que ganhou a licitação, porém, ninguém está trabalhando no local. Uma cerca de madeira e com telas foram colocadas no local para “tentar” impedir o acesso das pessoas. As telas estão rasgadas em alguns pontos. Segundo alguns moradores, além do mato alto que predomina no local abandonado, algumas pessoas utilizam o espaço para usarem entorpecentes, além de práticas sexuais. Desde quinta-feira (09), a reportagem fez contato com a Secretaria Municipal de Saúde, onde a mesma foi questionada quando a obra seria retomada e a previsão para ficar pronta, contudo, a pasta não retornou o contato e toda população fica sem resposta. Mesmo assim, os moradores pedem que essa nova unidade fique pronta o quanto antes. Mãos à obra!


EX-VEREADOR É NOMEADO NOVO SECRETÁRIO MUNICIPAL DA AGRICULTURA

Mais nomeação. O ex-vereador de Pancas, Gumercindo Macedo Gonçalves Júnior, o Juninho (PDT), é o novo secretário municipal da Agricultura. Ele foi nomeado pelo prefeito do município, Sidiclei Giles, o Dr. Sidiclei (PDT), que vem realizando nomeações a cada semana. Na semana passada, o ex-vice-prefeito Cleves José da Rocha, o Clevinho, foi nomeado secretário de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer. Juninho é suplente dos vereadores Fernando Oliosi (PDT) e Otniel Oliveira (PP), atual presidente da Câmara. Ele perdeu a eleição de vereador por apenas um voto, já que sua votação e de Fernando foram as mesmas, 264 votos. O critério de desempate é quem for o mais velho.
  FOTOS: VIRGÍLIO BRAGA
Obra importante para a população de Pancas quando ficar pronta
A obra da Unidade Básica de Saúde l, no centro de Pancas, era para ter ficado pronta no fim de 2016
Telas foram rasgadas
Rua no entorno dessa obra está cheia de areia, além de mato nas calçadas