sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

CÂMARA DE PANCAS EMPOSSA SUPLENTE DE VEREADOR

VIRGÍLIO BRAGA



Foi empossado na manhã desta sexta-feira (23) o suplente do ex-vice-presidente da Câmara de Pancas, Robertson Schuaith, o Betinho (PSD), que faleceu no último dia 11. Juarez Mendonça (PSDB) volta ao Legislativo Municipal. O novo vereador foi empossado no gabinete do presidente da Casa, vereador Valdeci Basto, o Nenego (PSL). Ele assinou o livro de posse e prestará o juramento na próxima sessão-ordinária, que acontecerá no próximo dia 02, no plenário da Câmara. Estiveram presentes todos os vereadores do município, exceto os parlamentares Gessino Reis, o Gessino Vendedor (PRP) e Adelcio Coffler (PT), o prefeito Agmair Araújo, o Guima (PRP), além do líder comunitário, Adriano Hofman e funcionários da Câmara. Em discurso, já empossado, o vereador Juarez Mendonça lamentou a forma em que assume o mandato. Ele se referiu a Betinho de forma carinhosa, dizendo que Schuaith foi seu aluno numa escola do distrito de Laginha. Mendonça também disse como será seu mandato nestes quase dois anos restantes. O vereador empossado afirmou que as relações dos poderes Legislativo e Executivo têm que estar sempre de forma unida para ajudar o município que é carente. O prefeito que estava presente não discursou. O presidente Nenego deu as boas-vindas ao tucano, contudo, também lamentou a morte de Betinho Schuaith. Ainda será eleito o vice-presidente da Câmara. A eleição ocorrerá no próximo dia 02. O vereador Adelcio Coffler, que é o atual segundo-secretário, é cotado para ser eleito por seu grupo, que a partir de hoje passa a ter mais uma vez a maioria, já que Mendonça é o novo integrante deste grupo denominado como G-6 (grupo dos seis). 

 FOTOS: VIRGÍLIO BRAGA
Vereador Juarez Mendonça (PSDB) assina o livro de posse, sendo observado pelos vereadores Preta (PSB), Nem (PT) e Geraldo Raasch (PSB)
De costas, o presidente da Câmara, vereador Valdeci Basto, o Nenego (PSL) lê os procedimentos legais para a posse do vereador Juarez Mendonça (PSDB)

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

SUPLENTE DO EX-VEREADOR BETINHO SERÁ DIPLOMADO HOJE (22) E TOMARÁ POSSE AMANHÃ (23)

VIRGÍLIO BRAGA
                                                                                                                    FOTO: VIRGÍLIO BRAGA
Betinho Schuaith (PSD), faleceu dia 11

Finalmente o suplente de vereador, Juarez Mendonça (PSDB) será diplomado e tomará posse na vaga do ex-vice-presidente da Câmara de Pancas, o ex-vereador Robertson Schuaith, o Betinho (PSD), que faleceu no último dia 11, aos 41 anos de idade. A Justiça Eleitoral do município diplomará Juarez Mendonça na tarde desta quinta-feira (22). Mendonça ainda não tinha sido diplomado o que causa certa estranheza, já que os primeiros suplentes de cada coligação sempre são diplomados juntamente com os eleitos. Os eleitos foram diplomados em dezembro de 2012. Após receber o diploma de vereador, Mendonça será empossado pelo presidente da Câmara, vereador Valdeci Basto, o Nenego (PSL), na manhã desta sexta-feira (23), no gabinete da presidência da Casa, às 10h00. A reportagem de O Mestre procurou o presidente da Câmara, para saber os detalhes da posse do tucano. Nenego, que estava em Vitória, reunido com o secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), João Coser, onde reivindicou recursos para construção de uma ponte, no bairro Sebastião Furtado e o reinício da obra do calçamento no bairro Nílton Sá, afirmou que convocou todos os demais vereadores para estarem presentes no ato de posse. Segundo o procurador da Câmara, o advogado Dário Roberto Vieira, Juarez Mendonça, após ser empossado pelo presidente, terá que prestar juramento na próxima sessão-ordinária, marcada para acontecer no próximo dia 02. Data em que marca a volta dos trabalhos do Legislativo Municipal, já que desde dezembro, encontra-se em recesso. Ainda de acordo com o procurador, na mesma sessão, será eleito um novo vice-presidente da Casa, substituindo Betinho Schuaith. Questionado pela reportagem se já têm candidatos à vice-presidência, o presidente Nenego disse que ainda não, porém, seu grupo deve eleger o vice, já que possui a maioria. Segundo informações de bastidores, Juarez Mendonça já se reuniu com o grupo de Nenego, na residência do vereador José Carlos Prata (PSDB). Com o novo integrante, o grupo composto pelos vereadores Nenego, José Carlos Prata, Juciléia Oliveira Langame de Faria, a Preta (PSB); Carlos Antônio Vilarino, o Nem (PT) e Adelcio Coffler (PT) continuará tendo a maioria na Câmara, continuando sendo denominado G-6 (grupo dos seis). Ainda de acordo com fontes ligados ao jornal, Adelcio Coffler, que hoje é o segundo-secretário da Mesa Diretora, se articula querendo a vaga de vice-presidente. Já Juarez Mendonça não quer a vice-presidência, como também a vereadora Preta, que pretende continuar na primeira-secretaria da Mesa. Contudo, o partido da vereadora, o PSB, tem interesse em que ela ocupe a vaga. “Primeiramente lamentamos muito a morte do Betinho. Temos o interesse em que a Preta ocupe a vice-presidência da Casa, mas, a decisão de ser candidata ou não será exclusivamente dela. Por ela ser fiel ao partido, diferentemente do outro vereador do PSB (Geraldo Raasch), nós não vamos nos impor. Vamos apenas dizer a ela que temos interesse. Também acho que ela deve se reunir com os seus colegas vereadores do grupo para discutir isso", disse o presidente do PSB de Pancas, Bino Braga.

NOVO VEREADOR VAI PARA SEU SEGUNDO MANDATO
                                                                                                                                   FOTO: TSE
Juarez Mendonça volta à Câmara
Quase empossado, Juarez Mendonça (PSDB) vai para seu segundo mandato de vereador de Pancas. Juarez ficou na primeira suplência nas eleições de 2012. Ele obteve 208 votos, sendo que foi candidato na coligação formada pelos partidos PSDB, PSD e PHS. Esses partidos fizeram parte do palanque do ex-prefeito do município, Walace Alcure (PSD). Juarez foi suplente por dois anos dos vereadores José Carlos Prata (PSDB) e do ex-vice-presidente da Câmara, o ex-vereador Robertson Schuaith, o Betinho (PSD) que faleceu no último dia 11. Com a morte de Betinho, o PSD, que tinha uma cadeira na Câmara de Pancas, deixa de ter representação no Legislativo Municipal. Já o PSDB, passa a ter a maior bancada da Casa de Leis, juntamente com o PSB, PT e o Solidariedade, todos com dois vereadores cada. Agora, os dois suplentes dos vereadores Juarez Mendonça e José Carlos Prata, são Leandro Tesch e Carlos Marques Vieira, o Carlitinho, ambos do PSD.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR RELIAZAM OPERAÇÃO EM PANCAS



VIRGÍLIO BRAGA

Delegado André Jaretta Ardison: Prisões foram feitas
As Polícias Civil e Militar de Pancas realizaram nesta quinta-feira (15), uma operação com o objetivo de cumprirem dois mandatos de prisão e um de busca e apreensão. A operação também contou com o apoio do Grupo de Apoio Operacional (GAO) de Colatina. Participaram da operação quinze policiais, entre eles dois delegados: André Jaretta Ardison e Renan Alves dos Santos, além do comandante da PM de Pancas, sargento Ronaldo. Todos são muito competentes e mantém tolerância zero aos crimes cometidos em Pancas. Segundo o delegado André Jaretta, quatro prisões foram feitas. Em Vila Verde, distrito de Pancas, foi preso José Alves dos Santos, o Zé Vaqueiro, de 45 anos, acusado pela polícia de ser o mandante do assassinato de seu próprio genro, José Alves Mendes, crime ocorrido, no dia 10 de outubro de 2012, no córrego do Roque, localizado em Pancas. Já o acusado de executar José Mendes, é Charles Carvalho Alves, o Charlinho, de 29 anos. Segundo André Jaretta, Charlinho responde também a uma tentativa de homicídio, contra Warlei Gomes Batista, no dia 11/08/13, crime ocorrido em Vila Verde. Ele ainda é apontado, segundo o delegado, por praticar roubos em Laginha e Águia Branca. O acusado não foi encontrado e segue foragido. André Jaretta Ardison pede para quem tiver informações do paradeiro dele, podem ligar para os números: 181, 190 (Polícia Militar) ou para à Delegacia de Pancas: 3726-1288. “Não precisa se identificar”, destaca o delegado. Também em Vila Verde, foi preso Claudionice Ferreira dos Santos, de 24 anos, filho de Zé Vaqueiro. Segundo o delegado, o indivíduo é acusado de cometer roubos em Laginha e em Águia Branca. Ele também é acusado de participar junto com Charlinho, da tentativa de homicídio, contra Warlei Batista. Já a outra prisão ocorreu na região de Laginha. Kerven Pereira dos Santos, de 19 anos, segundo o delegado André Jaretta, foi encontrado com uma garrucha. Ele teve a prisão temporária decretada pela Justiça, em razão de envolvimento com roubos também em Laginha e região. Tanto Zé Vaqueiro, Kerven e Claudionice, foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina, onde permanecem à disposição da justiça. Já em Pancas, um senhor foi autuado em flagrante delito por posse irregular de armas de fogo. De acordo com o delegado André Jaretta Ardison, foi arbitrado fiança no valor de R$ 788,00, sendo que foi pago e, com isso, o idoso foi liberado. Ele responderá o processo em liberdade.
                                FOTOS: POLÍCIA CIVIL/ DIVULGAÇÃO
José Alves do Santos, o Zé Vaqueiro
Claudionice Ferreira dos Santos, de 24 anos
Kerven Pereira dos Santos, de 19 anos
    FOTO: POLÍCIA MILITAR/ DIVULGAÇÃO

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

PANQUENSE COM RONALDO FENÔMENO NOS ESTADOS UNIDOS

O panquense André Luchi com Ronaldo Fenômeno
VIRGÍLIO BRAGA

O advogado panquense, André Francisco Luchi, aproveitou o momento para tirar uma foto com o ex-jogador da Seleção Brasileira, Ronaldo Fenômeno. A imagem foi feita nos Estados Unidos, recentemente. O jornal O Mestre deixa aqui o registro do encontro de ambos.


segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

CASO VALDECIR DE OLIVEIRA: POLÍCIA CHEGA AO AUTOR DO CRIME

VIRGÍLIO BRAGA

Valdinei Martins Medeiros, o Nei, foi quem matou Valdecir de Oliveira
A Polícia Civil do município de Colatina começa a desvendar o caso do panquense e motorista, Valdecir de Oliveira, de 39 anos, que foi assassinado na última sexta-feira (09), no município colatinense. O corpo de Valdecir foi encontrado num matagal no bairro Honório Fraga, com uma perfuração de bala na cabeça. O que ficou claro é que não houve sequestro ou cárcere privado igual algum meio de comunicação citou. Segundo informações, o acusado de cometer o crime é o também panquense e ex-companheiro da mulher da vítima, Valdinei Martins Medeiros, o Nei, de 37 anos. O jornal O Mestre divulgou no último sábado (10) que a polícia já tinha um suspeito, mas, para não atrapalhar as investigações, o nome de Nei só pôde ser divulgado nesta segunda-feira (12). Para chegar ao autor do crime, na tarde desta segunda-feira, a mulher da vítima, Renata Kelly Martins, de 29 anos, que está grávida de Nei, foi até à 15ª Delegacia Regional de Colatina para prestar depoimento. Em depoimento, Renata afirmou que Nei confessou para ela que matou Valdecir. A reportagem obteve informações do depoimento de Renata Martins. Veja de forma resumida como foi o depoimento de Renata: Após a vítima se preparar para ir a uma igreja, Renata foi ao portão de sua casa e viu Nei do lado de fora, dentro de seu veículo, um gol de cor branca. Diante disso, o acusado do homicídio disse que queria conversar com Renata, mas ela não queria conversar, porque Valdecir estava em casa e se visse iria arrumar confusão. Renata ainda pediu para o ex-companheiro ir embora. Logo após a vítima foi para a igreja. Depois disso, Renata entrou em contato telefônico com sua mãe pedindo para que ela pedisse para que Nei fosse embora. Achando que o problema estava tudo resolvido, Renata permaneceu em sua residência aguardando o retorno de seu marido. Por volta das 21h00, Nei volta a chamar Renata em seu portão, dizendo que queria conversar com ela. Ela disse que não queria ter essa conversa. Nei insistiu dizendo que era urgente. Diante do pedido para ter essa conversa, Renata entrou no veículo de Nei. Logo após, Nei saiu com o veículo e disse: “Renata, matei seu marido! Ainda afirmou: “Vou ter levar para que nada de mal aconteça com você”, disse Nei. Diante dessa confissão, Renata ficou em estado de choque, onde começou a chorar dizendo que queria ir à casa de sua mãe. Logo após, ambos seguiram rumo a Pancas. Renata ainda perguntou a Nei como teria ocorrido o assassinato, mas ele dizia que não iria comentar por causa de seu estado de gravidez. Nei só disse que matou Valdecir por causa de seu filho com Renata. Logo em seguida os dois seguiram para Governador Valadares, Minas Gerais. Já na tarde deste domingo (11), Renata pediu a Nei que ligasse para um irmão dela, para dizer que ela estava bem e para dar notícias a sua mãe. Então, Nei ligou para o irmão de Renata. Ela também falou com o irmão e disse que estava tudo bem, apesar de que ela não queria estar ali. Renata disse ainda que não estava forçada a ficar naquele local com Nei. Já na noite deste domingo, Nei levou Renata à rodoviária de Governador Valadares, onde seu irmão foi buscá-la, levando-a até à residência de sua mãe. Nei ainda encontra-se foragido da justiça, já que sua prisão foi decretada. A polícia ainda investiga se Renata tem participação no crime. Também será apurado se outras pessoas participaram do assassinato de Valdecir. “A polícia está em busca da prisão (de Nei), pretendemos o mais rápido possível prendê-lo e colocá-lo à disposição da justiça”, disse o delegado Hedson Félix.
A vítima, Valdecir de Oliveira, de 39 anos

domingo, 11 de janeiro de 2015

MORRE O VEREADOR DE PANCAS BETINHO SCHUAITH

VIRGÍLIO BRAGA

                                                                                                                    FOTO: VIRGÍLIO BRAGA
Vereador Robertson Schuaith, o Betinho (PSD)
Morreu na tarde deste domingo (11), o vice-presidente da Câmara de Pancas, vereador Robertson Schuaith, o Betinho (PSD). O vereador tinha 41 anos. O jornal O Mestre recebeu a informação do presidente da Câmara, vereador Valdeci Basto, o Nenego (PSL), por volta das 17h08. Nenego decretou luto e lamentável à morte de seu companheiro de parlamento. Betinho estava internado num hospital de Colatina há mais ou menos uns trinta dias. Nessa semana ele teve uma melhora, animando assim os parentes e amigos, contudo, faleceu na tarde deste domingo. Segundo informações a causa da morte é uma doença chamada síndrome de fournier. O velório acontece na quadra de esportes de Laginha, distrito de Pancas. O enterro está marcado para às 16h00, desta segunda-feira (12), no cemitério do distrito. O jornal O Mestre lamenta profundamente pelo falecimento do vereador Betinho Schuaith. O vereador sempre teve uma grande relação e era muito atencioso com o jornal e também com todos. 


O QUE É SÍNDROME DE FOURNIER ?
 
O médico urologista, Dr. Fabrício Machado da Silveira, explicou para a reportagem de O Mestre, o que é essa doença que matou o vereador Robertson Schuaith, o Betinho (PSD).

A gangrena denominada de Fournier (1883) é uma forma específica de gangrena sinérgica, envolvendo escroto e períneo. Tem apresentação idiopática, porque há um processo necrosante obscuro de subcutâneo, sem causa definida, mas com infecção mista. A descrição de Fournier envolvia três pontos comuns: início escrotal súbito em paciente hígido; progressão rápida da gangrena e ausência de causa. Um fato parece estar colaborando com o aumento da incidência desta doença nos últimos anos: o uso abusivo de antibióticos. Há acometimento dos adultos, podendo aparecer na criança e velho; parece haver unia correlação com as cirurgias urológica e plástica e infecção retroperitoneal. A mortalidade gira entre 25 e 32%. O quadro clínico demonstra dor escrotal súbita em pacientes sem qualquer queixa, toxico infecção rápida e grave, com prostração e inconsciência. Não há sinais de abdômen agudo ou doença sistêmica. O exame físico mostra: escroto aumentado por edema e eritema muito doloroso. O tecido epitelial torna-se escuro e progride para gangrena, com um odor fétido (de mortificação) e enfisema subcutâneo locorregional. Nesta fase, a dor melhora pelo envolvimento dos nervos, o que torna a situação mais grave, se não se suspeita do diagnóstico. Esta situação simula: orquite, epididimite, torção de testículo, hérnia estrangulada, abscesso escrotal Há febre e um quadro gravíssimo, onde se pode observar: taquipnéia, náusea, vômito, alterações mentais em geral resultantes de septicemia. Não se explica a preferência pela pele escrotal. Várias sugestões existem: falta de higiene; evaporação menor de suor; pregas de pele que albergam em ninhos as bactérias que penetram após pequenos traumas; as rugas da pele impedem uma circulação livre com baixa resistência à infecção; tecido celular subcutâneo muito frouxo facilitando a disseminação; edema em trauma ou infecções menores, interferindo na vascularização correta da região; tromboses de vasos subcutâneos de maneira extensa. Apesar de se atribuir a causa a uma sepse, o caráter idiopático se mantém em 50% dos casos. Mas não se pode esquecer inúmeras condições traumáticas, cirúrgicas e patológicas associadas à gangrena escrotal e que coincidentemente se localizam na pelve e estão relacionadas à cirurgias anorretais, e geniturinárias e apendiculares e a neoplasia. Os germes isolados dos tecidos doentes são anaeróbios (Bacteroides, Clostridium ou Streptococci) e aeróbios (E. coli, Staphylococcus epidermidis, Streptococci).


EX-VEREADOR JUAREZ MENDONÇA (PSDB) É QUEM ASSUME À VAGA DE BETINHO SCHUAITH (PSD)

Quem assume à vaga do vice-presidente da Câmara de Pancas, vereador Robertson Schuaith, o Betinho (PSD), que faleceu neste domingo (11), é o ex-vereador do município, Juarez Mendonça Júnior (PSDB). A posse ainda será marcada pelo comando da Câmara.

(Reportagem atualizada às 10h03, desta segunda-feira (12)