sábado, 30 de agosto de 2014

NESTE SÁBADO (30) TEM JUNIOR PIMENTA NO JOÃO MENALDE

INFORME PUBLICITÁRIO/ARTE: DIVULGAÇÃO/ASSESSORIA DO CANTOR

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

GOVERNADOR VISITA PANCAS, ALTO RIO NOVO E MANTENÓPOLIS NESTA SEXTA-FEIRA (29)

VIRGÍLIO BRAGA                                                                                            Foto: Virgílio Braga

Renato Casagrande estará fazendo campanha nesta sexta

O governador e candidato à reeleição, Renato Casagrande (PSB) visita Pancas, Alto Rio Novo e Mantenópolis nesta sexta-feira (29). Em campanha, Casagrande chega a Pancas, às 13h30, onde fará um corpo a corpo, saindo do Posto Queiroz César. O governador percorrerá toda a Avenida 13 de Maio, onde cumprimentará a população panquense. Logo após, às 15h00, Renato Casagrande segue para Alto Rio Novo, onde também fará corpo a corpo. Às 17h00, o candidato à reeleição segue para Mantenópolis. Ainda em Mantenópolis, às 19h00, o governador participa de um comício do candidato à reeleição de deputado estadual, Josias Da Vitória (PDT). Todas as informações foram passadas por sua assessoria de campanha e pelo coordenador da campanha de Casagrande, na região noroeste, o ex-candidato a prefeito de Pancas, Cláudio Eggert (PSB).

GOVERNO VAI PAGAR AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO PARA TODOS OS SERVIDORES ESTADUAIS

NERTER SAMORA/ SÉCULO DIÁRIO
                                                                                                             Foto: Assembleia Legislativa/ES
Deputado Gilsinho Lopes : Autor da indicação
Conselho da Procuradoria Geral do Estado (PGE) aprovou, nessa terça-feira (26), o pagamento de auxílio-alimentação aos servidores públicos que recebem seus vencimentos por subsídio. O grupo era o único dentro do funcionalismo estadual que não recebia o benefício. O colegiado determinou à Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos (Seger) que regularize o pagamento a partir da próxima folha salarial. O deputado estadual Gilsinho Lopes (PR) apresentou uma indicação ao governo cobrando a regularização das parcelas em atraso.
 
Durante a análise da questão apresentada pelo procurador Cláudio Madureira, o colegiado rechaçou a tese de que a legislação impediria o pagamento do benefício aos servidores que recebem por subsídio, como agentes penitenciários, policiais, procuradores e auditores. Para os procuradores, a norma viola o princípio da isonomia e ultrapassou o poder regulamentador do Estado, tendo em vista que o regime dos servidores públicos é único.
 
Assim como ocorreu no caso do reconhecimento ao reajuste no valor do 13º salário de servidores que recebiam antes da data-base, o Conselho da PGE também recomendou a adoção imediata do novo critério para o pagamento do auxílio-alimentação. No entanto, não há uma definição clara sobre o repasse das parcelas vencidas – ou seja, o pagamento dos auxílios retroativos. Desta forma, o deputado estadual Gilsinho Lopes se antecipou e cobrou o pagamento do governo do Estado.
 
Nesta quarta-feira (27), o republicano protocolou na Assembleia Legislativa uma indicação ao governador Renato Casagrande para o cumprimento da determinação da PGE com o pagamento do auxílio-alimentação e dos valores atrasados na próxima folha salarial. O pedido será lido e votado no expediente da próxima sessão da Casa, que acontece na próxima segunda-feira (1º).

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

EM PANCAS: APOSENTADA PASSA MAL, NÃO É SOCORRIDA E MORRE

VIRGÍLIO BRAGA                                                                                                                         Fotos: Virgílio Braga

Senhor Geraldo é consolado por uma amiga
Maria Deolinda da Silva, de 65 anos

A aposentada Maria Deolinda da Silva, de 65 anos, passou mal em sua residência, aguardou o socorro, que não veio, e faleceu. O fato aconteceu na última segunda-feira (25), na Rua Crisoberilo, bairro Vila Nova (lugar conhecido como “rua da lama”). Segundo relatos de testemunhas, a idosa passou mal por volta das 11h00, sendo que seu companheiro, o aposentado Geraldo Pereira da Silva, de 72 anos, foi pedir socorro a vizinhos. Os dois viveram juntos por cerca de trinta anos. Após pedir socorro a vizinhos, segundo relatos, alguém ligou para Hospital de Pancas, pedindo que mandasse uma ambulância para resgatar Maria Deolinda. Ainda de acordo com um vizinho da aposentada, que fez a ligação ao hospital, alguém que atendeu ao telefone do hospital disse que a ambulância do hospital estava no conserto e que a da Prefeitura de Pancas, que estava substituindo a quebrada, estava em Colatina. Após aguardar por vários minutos o socorro, a idosa faleceu em cima de um sofá de sua residência. A causa de morte de Marida Deolinda a princípio seria infarto. Após ser informada por populares, a reportagem do O Mestre foi à residência da falecida e, a indignação e comoção eram enormes, diante da eventual omissão de socorro. O corpo da aposentada só foi retirado por volta das 14h00, e levado para uma funerária. Segundo relatos, ela aguardou socorro por cerca de 40 minutos. Nenhuma ambulância veio resgatá-la. Já seu companheiro, chorava muito ao lado do corpo da idosa. “Agora vou ficar sem ela. É muito triste”, desabafou o aposentado. O casal de idosos vivia numa situação desumana. A residência estava toda suja e com um forte odor. A reportagem procurou o diretor do Hospital do município, Sebastião Cardoso de Campos e também o secretário municipal de Saúde, Márcio Marques dos Reis, para repercutir o caso e ouvir suas versões. Questionado pela reportagem, Sebastião afirmou que a obrigatoriedade em fazer os resgates é do município. O que foi confirmado pelo secretário de Saúde, Márcio Marques dos Reis.  A reportagem também questionou o secretário, o porquê que a sua secretaria não fez o resgate. Márcio respondeu que o hospital não fez o comunicado. Ele só ficou sabendo depois que a aposentada já estava morta. O secretário afirmou ainda que quando soube que a ambulância do hospital tinha ida à manutenção no domingo (24), ele providenciou imediatamente, outra ambulância para substituí-la. Essa ambulância veio do distrito de Laginha.


SECRETÁRIO AFIRMA QUE COLOCARÁ UM SERVIÇO DE RESGATE EM PANCAS

O secretário municipal de Saúde, Márcio Marques dos Reis, afirmou para a reportagem do jornal O Mestre, na última terça-feira (26) que colocará em breve em Pancas, um serviço de resgate para agilizar o socorro para quem assim necessitar. Segundo Márcio, serão compradas em breve, três ambulâncias, onde uma ficará somente para fazer esses regastes. “A ambulância ficará próxima à secretaria de Saúde, onde será disponibilizada uma linha de contato para à população acionar o resgate”. O secretário ainda afirmou que até o fim do ano, tudo isso estará funcionando. Na última sessão, da Câmara Municipal, os vereadores aprovaram o dinheiro, para a compra dessas ambulâncias. Márcio também disse que em breve, Pancas ganhará uma ambulância, tipo UTI Móvel idêntica a que o município de Alto Rio Novo recebeu recentemente, do governo do estado.



POLÍCIA CIVIL INVESTIGA O CASO

A Polícia Civil investiga o caso, onde a aposentada Maria Deolinda da Silva, de 65 anos, aguardou o socorro em sua residência, sendo que a mesma não foi socorrida e faleceu em seu lar. As investigações serão comandadas pelo delegado de Pancas, Alto Rio Novo e Mantenópolis, André Jaretta Ardison. O caso foi registrado no mesmo dia da morte da aposentada, ou seja, 25 de agosto. 

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

JUIZ APOSENTADO DIZ A PROCURADORA FEDERAL QUE PAULO HARTUNG FORJOU TESE DE MANDO

JOSÉ RABELO/ SÉCULO DIÁRIO
  
“Foi uma grande farsa montada pelo ex-governador Paulo Hartung (PMDB) sobre o crime do juiz Alexandre. Agora está nas mãos da Procuradoria da República esclarecer os fatos”, disse Antônio Franklin da Cunha
                                                                                                                                                                     Foto: Fábio Nunes
Juiz Alexandre Martins, foi assassinado em Vila Velha
A procuradora federal Denise Neves Abade ouviu nessa quarta-feira (21) o juiz aposentado Antônio Franklin da Cunha e os coronéis da reserva da PM Luiz Sérgio Aurich e Carlos Augusto de Oliveira Ribeiro. As oitivas, que aconteceram na Associação de Mães e Famílias Vítimas de Violência (Amafavv), no Centro de Vitória, fazem parte da instrução da Procuradoria Geral da República (PGR), que analisa o pedido de deslocamento de competência do crime do juiz Alexandre de Castro Martins Filho, assassinado em março de 2003, em Vila Velha. O pedido de federalização do crime foi feito, em 2011, pela presidente da Amafavv, Maria das Graças Nacort. 
 
Durante mais de três horas, e às escuras — já que as salas que abrigam a ONG, no Edifício Martinho de Freitas, ficaram “misteriosamente” sem energia —, a procuradora federal colheu as versões dos três sobre o crime do juiz. Os dois coronéis e o juiz aposentado foram consensuais em um ponto: o juiz Alexandre Martins não foi vítima de crime de mando, e sim de um latrocínio — assalto seguido de morte. 
Ao final das oitivas, os coronéis preferiram não se pronunciar sobre seus depoimentos, que não pôde ser acompanhado pela imprensa, mas o juiz aposentado Antônio Franklin da Cunha falou com exclusividade à reportagem de Século Diário. Ele destacou alguns trechos do depoimento. 
 
“Vim aqui com o compromisso de dizer a verdade sobre a morte do juiz. É simples, expliquei à procuradora federal, não há como admitir que esse crime foi de mando. Foi uma grande farsa montada pelo ex-governador Paulo Hartung (PMDB). Agora está nas mãos da Procuradoria Geral da República esclarecer os fatos”, afirmou. 
Antônio Franklin disse à procuradora que o ex-governador tramou a farsa com a intenção de tirar vantagens políticas do episódio. Segundo o juiz aposentado, consolidando a tese de mando, Hartung queria convencer a sociedade de que ele era homem que acabou com o crime organizado no Espírito Santo. 
 
“Perceba que Hartung está fazendo a campanha ao governo dizendo que foi ele quem acabou com o crime organizado”, afirmou Antônio Franklin.
 O juiz aposentado disse que a tese de mando forjada por Hartung tornou-se “verdade” com a ajuda da imprensa. “A imprensa capixaba não publicou, na época, outra versão que não fosse o crime de mando. Se a imprensa contrariasse essa tese, Hartung simplesmente cortaria a publicidade dessas empresas de comunicação”. 
 
Durante seu depoimento à procuradora, Antônio Franklin deu detalhes sobre o passo a passo do crime. Ele destacou evidências que desconstroem o crime de mando e atestam que o assassinato do juiz Alexandre foi um estúpido latrocínio. 
À época do crime, Antônio Franklin foi contratado pela Associação de Magistrados do Espírito Santo (Amages) para atuar como assistente de acusação no processo. Mas ele decidiu sair do caso quando chegou à conclusão de que a tese de mando era uma farsa. 
Antônio Franklin fez questão de devolver à Amages o dinheiro que recebera para atuar como assistente de acusação no caso, para não fazer parte da armação que estava sendo forjada. 
 
NOVOS DEPOIMENTOS
 
A procuradora federal Denise Neves Abade se recusou a dar detalhes sobre as oitivas. Ela explicou que não tem autorização da PGR para se pronunciar. A procuradora disse que veio ao Estado com a missão de colher declarações que vão orientar a instrução da federalização do crime, que ela prefere chamar de “incidente de deslocamento de competência”. 
Ela acrescentou que sua função é técnica, e que não lhe cabe emitir opinião sobre os depoimentos colhidos. O juiz aposentado Antônio Franklin disse que foi positiva a vinda da procuradora ao Estado. “Após a instrução, a procuradora vai dar o parecer dela e a PGR vai decidir se federaliza ou não o crime. Acho que ela ficou convencida do que ouviu hoje”, opinou o juiz aposentado.
A procuradora explicou que após finalizar as oitivas encaminhará um parecer ao procurador Geral da República Rodrigo Janot, que vai decidir se pede ou não o deslocamento de competência para a esfera federal. “Caberá aos 11 ministros do STJ [Superior Tribunal de Justiça] julgar o pedido da PGR”. Denise Abade lembrou que em alguns casos a PGR tem dado parecer favorável ao deslocamento de competência, mas também tem negado muitos pedidos. Ela citou o caso do assassinato brutal da missionária americana Dorothy Stang, no Pará, que foi negado pelo STJ.
Ela explicou que a Constituição prevê o deslocamento de competência nos casos de omissão por parte das autoridades estaduais ou violação aos direitos humanos. “No caso do Espírito Santo, estamos investigando supostas denúncias de violação aos direitos humanos no decorrer do processo”, finalizou. 
Há informações não oficiais de que nesta quinta-feira (21) a procuradora ouça o Odessi Martins da Silva, o Lumbrigão. Em setembro de 2004, Lumbrigão e Giliardi Ferreira foram condenados a 23 anos de prisão pelo assassinato do juiz Alexandre. Giliardi ganhou progressão de regime em 2010. Lumbrigão, que teve pedido de progressão negado, permanece preso na Penitenciária de Segurança Máxima de Viana.

PSB CONFIRMA CANDIDATURA DE MARINA SILVA E BETO ALBUQUERQUE

DOCA DE OLIVEIRA, ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA CAMPANHA DE MARINA SILVA
                                                                                                                             Foto: Assessoria de Imprensa do PSB Nacional
Beto Albuquerque, Marina Silva e o presidente do PSB, Roberto Amaral
A Executiva Nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB) confirmou a candidatura de Marina Silva (PSB) à Presidência da República, tendo o deputado federal Beto Albuquerque (PSB) como seu candidato a vice. O parlamentar socialista abriu mão de sua candidatura ao Senado, no Rio Grande do Sul, para caminhar ao lado da ex-senadora na reconstrução do projeto presidencial da legenda. A decisão foi tomada pela unanimidade dos 35 votos da instância partidária durante reunião em Brasília, na quarta-feira (20), e será apresentada aos demais partidos da Coligação Unidos pelo Brasil durante encontro marcado para esta quinta-feira (21). Ainda consternados pela morte prematura de Eduardo Campos, dirigentes do PSB afirmaram que a escolha de Marina mantém a coerência do projeto presidencial, homenageia o legado do ex-governador e mantém unido o partido.
“A tragédia fez com que tivéssemos que alterar a chapa, mas tivemos a imensa sorte de tê-la como substituta”, afirmou o presidente Nacional do PSB, Roberto Amaral. “Você e Beto, junto com nossos militantes, levarão a termo essa tarefa. Estamos substituindo a tristeza da perda pela alegria de estarmos com vocês. Toda a nossa militância está feliz”, acrescentou. Segundo Amaral, a expectativa é que a nova candidatura seja registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) assim que for concluída a consulta aos demais partidos da aliança, o que pode ocorrer ainda nessa quinta-feira, ou até o dia 22/08 (sexta-feira). Em homenagem a Eduardo Campos e sua família, o primeiro ato da campanha de Marina e Beto terá como palco o Recife, no próximo sábado (23).
Após mais de duas horas de conversa, a Executiva Nacional do PSB demonstrou unidade em torno da decisão e renovou a confiança em uma campanha propositiva, transparente e vencedora. Marina e Beto foram recebidos calorosamente pelos 35 integrantes da instância partidária, que os aplaudiram e homenagearam com a palavra de ordem “Eduardo presente, Marina presidente”. Na sua primeira manifestação como candidato, Beto Albuquerque lembrou premissa do ex-governador de Pernambuco, que defendia que nada deveria ser feito pela metade. “Vamos dar a volta por cima e honrar o legado de Eduardo. Minha tarefa é estar a seu lado”, afirmou. “Nós temos 46 dias para trabalhar. Quem quiser olhar pelo retrovisor que olhe, nós vamos olhar pelo parabrisas”.
Visivelmente emocionada, Marina Silva agradeceu ao PSB a confirmação de seu nome e reafirmou seu compromisso com as responsabilidades assumidas por seu ex-companheiro de chapa. Ela leu uma carta dirigida aos socialistas e comparou aquela reunião ao dia em que foi acolhida pelo partido, em outubro passado, quando teve negado o registro da Rede Sustentabilidade pelo TSE. “Aqueles que me acolheram, buscam agora o meu acolhimento”, comentou. A candidata socialista homenageou Eduardo e qualificou suas exéquias como uma resposta da sociedade contrariando a percepção de repulsa aos politicos e à política. “O que nós vimos foi uma demonstração de amor e respeito por um politico, o lamento profundo pela perda de um líder”, afirmou. “Sem Eduardo, temos hoje o que sempre nos uniu: consciência de onde queremos chegar juntos. Tudo aquilo que fizemos juntos é o que faremos juntos daqui para frente”.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

TRENZINHO SEM FREIO DESCE LADEIRA E ATINGE RESIDÊNCIA EM PANCAS

VIRGÍLIO BRAGA                                                                                                      

Trenzinho desgovernado atinge residência, em Pancas/Foto:Virgílio Braga

Um “Trenzinho da Alegria” sem freio, quase causou uma tragédia, nesta quarta-feira (20), em Pancas. O veículo que faz a alegria da criançada fazia uma manobra, na Rua Jade que faz cruzamento com a Avenida José Nunes de Miranda, no bairro Lírio dos Vales. O acidente aconteceu por volta das 19h15. Segundo o motorista do trenzinho, que não divulgou seu nome para a reportagem de O Mestre, após ter dificuldade em manobrar o veículo, por causa do tamanho do mesmo, ele deixou o carro ligado com o freio de mão puxado. Após sair do veículo e analisar como faria para fazer a manobra, derrepente, o trenzinho desceu uma ladeira da Rua Jade e foi parar de ré numa residência, que fica na Avenida José Nunes de Miranda. A casa teve várias paredes danificadas, além de um portão. Ninguém se feriu. O trenzinho estava vazio. O motorista é de São Gabriel da Palha. O local ficou lotado de populares e, o trenzinho foi retirado por meio de um guincho. Agora, o caso segue para a Polícia Civil, para as providências cabíveis.